quarta-feira, 17 de agosto de 2016

FIM DE TARDE

pintura de António Carneiro
Ao cair da tarde
quando o vermelho do sol
desmaia no azul do mar
e o silêncio, a doce brisa meiga
como braços de amor
inclinam-se docemente, em caricias
sobre o meu peito sofrido,
dão-me forças à alma
de poder estar em paz
e viver com prazer e alegria
ao som suave, distante
das àguas tranquilas e murmurantes,
mornas, ao sol beijadas...

POEMA DE LUIS ROMARIZ


pensamento:
A consciência da nossa própria força,
faz-nos modestos....


21 comentários:

  1. Beleza de poema e foto!Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. O olhar é lindo e o poema tocou minha alma!
    Obrigada pela visita...bj

    ResponderEliminar
  3. Boa Tarde, querida Zulmira!
    Somos só pó... isso nos aquieta o coração...
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  4. Que linda imagem. Parabéns ao artista.
    Bjs amiga.

    ResponderEliminar
  5. Bom dia! Lindo poema e linda pintura!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderEliminar
  6. Que poema lindo Mira.Amei.
    Parabéns!
    Beijos, uma boa tarde!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  7. Um poema delicioso, soberbamente ilustrado.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Doce poema como uma canção de acalanto.
    Bela imagem!!!

    ✿゚╮Bom fim de semana!
    ✿⊰ه° ·.Beijinhos. ه° ·.

    ResponderEliminar
  9. Uma pintura sublime com um bonito poema

    Beijos Feliz Domingo

    http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Belo!!
    Abençoado domingo.
    Bjs

    Tânia Camrgo

    ResponderEliminar
  11. Uma pintura realista e mas um lindo poema de teu poeta.Bom serão para vocês, beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Uma pintura realista e mas um lindo poema de teu poeta.Bom serão para vocês, beijinhos

    ResponderEliminar
  13. OI MIRA!
    BELO POEMA E A PINTURA LHE FAZ JUS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Bonito poema
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. TAG no meu blogue...
    Beijinho

    http://postigodosmeusdoces.blogspot.pt/2016/08/tag-de-tudo-um-pouco.html

    ResponderEliminar
  16. Oi querida,
    Adorei o fim de tarde( uma linda poesia)
    Verdadeiro "pensamento"
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Adoro fins de tarde mornos, a orla da praia vazia, as ondas do mar indo e vindo e os poemas do Luis emoldurando toda a beleza natural.

    ResponderEliminar
  18. Um poema lindíssimo, mais uma vez com um soberbo suporte de imagem...
    Belíssimo trabalho!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar