quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

RUMO HÁ INFÂNCIA

Um passeio pela infância
POEMA E FOTO DE LUIS ROMARIZ
o presente durante a noite,
o futuro, no desassossego
...um coração, feito de retiros
claustro austero, de que vivi.

Voltar à infância,
por entre recantos, nas penumbras
ouvindo, gargalhadas, lembranças
de um carinho,
que passaram séculos...

Recuar no passado
da minha infância
é ler um livro ausente,
silencioso nas suas páginas...
sabedoria antiga
nas estantes da biblioteca
nos paços do claustro
de pedra secular
palavras corroídas pelo tempo...

12 comentários:

  1. Adorei a poesia e a árvore
    Beijinhos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  2. Que bela poesia!
    E que foto incrível! Que árvore é essa tão dourada? Não existe por aqui.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Amooo apreciar suas postagens...ideias genias recheadas de estilo, bom gosto e poesias maravilhosas.
    Fica com Deus amiga, beijo grande e obrigada por compartilhar suas inspirações!
    Marie

    ResponderEliminar
  4. A passar por cá para desejar um bom fim de semana!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  5. Nostálgico e belo poema
    Gosto de relembrar a minha infância
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  6. E de alguma forma, esta época de Natal, também nos faz rumar à infância... através das memórias... boas ou más, que nos traz... e que nesta altura, mais se intensificam!...
    Um belíssimo poema, que se enquadra perfeitamente, na quadra deste mês...
    E a imagem... puro encanto!
    Beijinhos! Boa semana, para ambos!
    Ana

    ResponderEliminar
  7. A nostalgia de reviver memórias num belíssimo poema ilustrado por magnífica foto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Um poeta que reportou -me a infância! Amei, beijinhos

    ResponderEliminar