terça-feira, 13 de junho de 2017

MADRUGADAS

foto e poema de Luis Romariz
Praia extasiada e nua
o silêncio cai
a noite adormeceu
nos braços frios da escuridão...

O dia despertou
no seio quente da madrugada
vestida de carícias,
pelo sol beijada...

Eu acordo
de sonhos desfeitos
em tardes de melancolia...

O sol deita-se no horizonte
e eu na praia nua
meu corpo entrego em fantasias
que só o amor entende...

17 comentários:

  1. Poema lindo! Mais um,aliás! abraços,chica

    ResponderEliminar
  2. Que poema maravilhoso
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema, Zulmira! Vi sua frase na Ciranda da Anete e gostei muito da sua inspiração! Bjks Tetê

    ResponderEliminar
  4. Mira!
    saudade...
    lindos e inspíradores os versos do teu "com-sorte"...
    Bjkas
    Mila
    P.S. Estou no blogue http://projetoleiagravatai.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Excelente poema em total sintonia com a foto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Vim visitá-la neste domingo... O meu abraço...
    Poema bonito e bem inspirado na praia... O coração apaixonado voa com temas poéticos...

    ResponderEliminar
  7. Olá querida Zulmira, vim agradecer sua carinhosa visita e apreciar mais um lindo poema seu. Eu acordo
    de sonhos desfeitos
    em tardes de melancolia...

    Destaco esse verso porque nele retrata toda inspiração com romantismo e poesia. parabéns! Lindo! Abraços um maravilhoso início de semana.

    ResponderEliminar
  8. Uma belíssima inspiração, muitíssimo bem complementada com a imagem!
    Gostei imenso! Beijinhos!
    Boa semana, para ambos!
    Ana

    ResponderEliminar