domingo, 13 de março de 2016

O MOMENTO

autoria  Luis Romariz
Teus lábios exaltados
são secretos,
os olhos
ventos de juventude,
os seios suaves
dunas ao poente, inquietas,
secreta...
essa rosa, baloiça ao vento
orvalhada, na seiva
da madrugada,
nos jardins de silêncios...
sou eu que em ti,
me deixo adormecer...

20 comentários:

  1. Um belo poema...carregado de paixão!
    Gostei...bj e boa noite

    ResponderEliminar
  2. Um belo poema...carregado de paixão!
    Gostei...bj e boa noite

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema! Tens um poeta carregado de sensibilidade, em casa.
    Beijinho
    http://postigodosmeusdoces.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Esse Luis é seu marido?
    Noutro comentário eu lhe digo
    Poesia linda e sensual.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  5. Aplausos! Excelente poema. Enorme poeta o seu marido!
    Adorei! Amo poesia.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  6. O amor está no ar Mira. um poema que envolve e só queremos amar...
    boa semana

    ResponderEliminar
  7. Excelente poema. Parabéns ao Poeta! Amei
    Beijos de boa noite

    ResponderEliminar
  8. É muito amor! Dê parabéns ao seu marido, é
    um lindo poema, adorei!
    Bjus amiga, tenha uma feliz semana!

    ResponderEliminar
  9. "Ontem foi embora.Amanhã ainda não veio. Temos somente hoje, comecemos!!!Qualquer ato
    de amor, por menor que seja, é um trabalho pela paz" (Madre Teresa de Calcutá)
    Fico sempre feliz com sua doce presença lá no meu cantinho! Obrigada!

    Um grande abraço querida, Marie.

    ResponderEliminar
  10. Muito bonito.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Mira...
    Um poema doce, terno e romântico!
    Uma boa semana e tudo de bom vc e família...
    C carinho

    ResponderEliminar
  12. Lindo, suave e romântico poema.
    Luis se supera a cada linha que escreve.
    Parabéns.

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Lindo poema
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Lindíssimo poema, de uma suavidade incrível!
    Beijos de ótima semana!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  15. Mira

    Só complementando o seu comentário no meu blog...

    A pitaya é uma fruta nativa do México e que se adaptou muito bem no nosso clima tropical. A fruta é vendida a preços caríssimos nos mercados e nas feiras livres então ter um pé dessa fruta é algo que considero de muita valia. Quanto ao sabor....hummm...é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! Fruta grande e que satisfaz 2 pessoas. Depois mostrarei a fruta aberta no meu blog. Não sei se a que temos é de polpa branca ou se é a da vermelha considerada mais rara e...mais cara nos mercados. A do meu amigo que me presenteou com a muda ainda não deu fruto então ele não sabe qual qualidade é. Estamos todos curiosos!!

    Tudo de bom p/vcs.
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Mira, Luiz é um poeta maravilhoso! Deus abençoe! Bjks e uma semana repleta de alegrias! Tetê

    ResponderEliminar
  17. Gosto de tulipas.
    Já de poesia não entendo.

    ResponderEliminar
  18. Vim conhecer o blog e dei logo com um poema tão bonito ... parabéns!!
    beijinhos

    ResponderEliminar